Pages

 

domingo, 11 de outubro de 2009

Guarda Municipal de Alagoinhas é agredido por Cargo de Confiança da Prefeitura‏

0 comentários
O Guarda Municipal Jeancarlos Andrade, 28 anos, foi agredido física e verbalmente pelo Coordenador do Almoxarifado da Prefeitura, o Sr. Ademir Souza.. A agressão ocorreu no Centro Administrativo Municipal – CAM. na manhã deste domingo, 11 de outubro de 2009.


Os guardas municipais receberam orientação de sua coordenação a permitirem a entrada de qualquer pessoa no local nos finais de semana, apenas sob autorização previa. Ocorre que nesta manhã, o Sr. Ademir apresentou-se no CAM sem que nenhum comunicado chegasse ao guarda. O servidor então telefonou para sua chefia imediata a fim de receber orientação sob como proceder, uma vez que a situação fugia ao orientado.


Ao receber autorização, o guarda permitiu a entrada do Sr. Ademir às instalações, mas foi surpreendido quando o cargo comissionado o agrediu verbalmente por não ter atendido de imediato a sua solicitação e por “não abrir direito” o portão que dá acesso ao CAM.


Ao ouvir a insatisfação por ter atacado verbalmente ao servidor, o Sr. Ademir foi acometido de um ataque de fúria, violentando fisicamente ao funcionário com socos e pontapés.  Ao cair ao chão, Jeancarlos teve seu abdômen pisado pelo coordenador do almoxarifado e seus braços e pernas chutados por estar cumprindo os desígnios de sua própria função.


O guarda ainda tentou defender-se pegando um cabo de vassoura a fim de afastar seu agressor, mas o objeto foi tomado pelo Sr. Ademir, deixando o guarda, um jovem de baixa estatura e magro, a mercê de sua covardia e violência.


Desesperado, Jeancarlos telefonou para a Diretoria do SINPA – Sindicato dos Servidores Municipais de Alagoinhas, a fim de receber socorro e ser auxiliado nos encaminhamentos pertinentes a violência apanhada.


O guarda municipal dirigiu-se a Delegacia junto aos diretores do Sindicato com vistas a registrar ocorrência. Ao chegarem na 2ª Coorpin (Coordenadoria Regional de Polícia) os servidores municipais surpreenderam – se com a presença do Sr. Ademir que estava a prestar queixa contra Jeancarlos, alegando ter sido recebido a pauladas ao tentar entrar no CAM.


O guarda foi atendido no Hospital Dantas Bião a fim de receber tratamento e submeter - se ao exame de corpo de delito. Abdômen, pernas, braços, costas e cabeça estão lesionados, além de encontrar-se em estado de choque. O servidor está sendo tratado com medicamentos e calmantes e encontra-se em observação na unidade hospitalar.


Jeancarlos, funcionário efetivo do município, é conhecido por seu calmo temperamento e bons tratos dados a todos que o cercam e adentram em seu local de trabalho. Diversos servidores dirigiram-se a delegacia quando souberam do ocorrido e estão indignados com tamanha violência sofrida por um colega querido de todos.


“Estamos todos indignados. Jean é um exemplo de compromisso com o bem público e com o trato humano. Nosso Jurídico já foi acionado e não nos cansaremos até que vejamos essa injustiça e violência reparadas. Ademir responderá junto a Administração Municipal e na Justiça Comum.



Não é a primeira vez que servidores municipais são agredidos verbalmente por Cargos Comissionados nesta Gestão. Já ocorreram casos de racismo e abuso de poder, mas agressão física foi a primeira e última vez. Nenhum tipo de violência contra nossos colegas será tolerada. Acima de sermos servidores, somos seres humanos!” Afirmam os servidores municipais representados pela Diretoria do Sindicato.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário